Evite problemas e erros nos processos financeiros da empresa

Evite problemas e erros nos processos financeiros da empresa

Ter um bom conhecimento sobre sua área de atuação e realizar um ótimo trabalho não são suficientes para garantir o sucesso de um negócio. Conhecer a fundo os processos financeiros da empresa é uma das tarefas essenciais para um gestor, e que muitas vezes são negligenciados, podendo levar uma empresa ao seu fechamento.

Os processos financeiros são todos aqueles relacionados as contas da empresa. Envolvem o pagamento de despesas, salários, compras de fornecedores e também os recebimentos pela venda dos seus produtos e serviços. Estes processos também envolvem a emissão de notas fiscais e pagamento de impostos, que especialmente no Brasil, tem uma série de regras para cada tipo de empresa e um alto grau de complexidade.

Para evitas problemas na gestão dos processos financeiros da empresa, separamos aqui algumas dicas que irão lhe ajudar a organizar melhor as finanças:

Faça um bom Planejamento Financeiro

Uma boa gestão começa com um bom planejamento. Fazer um planejamento financeiro vai ajudar a empresa a ter um controle sobre seu dinheiro, evitando que faça dívidas e alocando melhores os recursos sobre os investimentos necessários.

Para fazer um planejamento, crie uma estimativa de receitas e despesas, se baseando no histórico da empresa e em situações de mercado. Analise quais são os investimentos necessários e planeje os gastos de acordo com as receitas.

Nunca misture contas pessoais com as da empresa

Principalmente microempresários acabam misturando as contas da empresa com suas contas pessoais. Este tipo de atitude prejudica o planejamento e não passa uma visão real sobre os resultados da empresa.

É preciso tratar as contas separadas. O empresário precisa estimar um pró-labore mensal que condiz com as receitas da empresa, e caso tenha sobra de recursos, pode planejar uma retirada de lucros periodicamente.

De qualquer forma, a empresa precisa ter seu controle de custos e receitas separados da conta pessoal, para ter uma melhor organização e uma visão real de resultado.

Controle bem o fluxo de caixa

O fluxo de caixa é uma das principais ferramentas na gestão dos processos financeiros da empresa, e jamais pode ser negligenciado. O gestor deve sempre programar seus pagamentos de acordo com a entrada de receitas.

A má gestão do fluxo de caixa pode fazer uma empresa ficar com saldo negativo por muito tempo, pagando altas taxas de juros, ou ter que acumular dívidas para cobrir o saldo da conta. Para isso, o gestor precisa alinhar o fluxo de caixa com seu planejamento financeiro, e contar com um capital de giro suficiente para manter a conta bancária sempre saudável.

Tenha um bom contador

O contador não deve ser considerado somente aquele cara que envia as guias de impostos para serem pagas. Contadores costumam ser especialistas em gestão financeira, e podem auxiliar a empresa a tomar melhor suas decisões, como escolher qual o regime tributário deverá adotar, por exemplo.

Compartilhe seus desafios e sempre peça a opinião do seu contador, que poderá ajudar a empresa a organizar melhor seus processos financeiros.

Registre corretamente as informações financeiras

Para ter uma visão real do seu resultado, uma organização precisa ter suas informações financeiras lançadas corretamente. Uma empresa possui custos fixos e variáveis que podem ser distribuídos entre centros de custo.

Todas estas informações precisam estar visíveis para os gestores compreenderem o que compõe a estrutura financeira do negócio, e como tudo isto afeta seus resultados.

Capacite-se

Para quem já possui uma empresa ou quer abrir uma e ainda não conhece a estrutura financeira de um negócio, a primeira atitude deve ser se capacitar.

É preciso ao menos entender os conceitos básicos sobre gestão financeira. Saber o que significa termos como lucratividade e rentabilidade é essencial para garantir a continuidade do negócio. O gestor também precisa entender claramente como funciona um fluxo de caixa, e também saber visualizar e interpretar um DRE (Demonstrativo de resultados).

Entendendo todos estes conceitos, o gestor estará pronto para montar seu planejamento financeiro e organizar o dia a dia do negócio, programando receitas e despesas e interpretando corretamente seus resultados.

Utilize a tecnologia

Conhecendo os conceitos, organizar os processos financeiros da empresa fica fácil com o apoio da tecnologia. Atualmente existem diversos sistemas de gestão para empresas de todos os tamanhos. Também conhecidos como ERPs, estes sistemas ajudam a organizar e automatizar estes processos.

Um sistema de gestão ajuda a empresa a efetuar o controle das suas receitas e despesas, fazer previsões de fluxo de caixa programar suas contas a pagar e receber.

Outra vantagem da utilização de um sistema financeiro está na automação de processos de emissão de notas fiscais e boletos de cobrança. Hoje a maioria dos sistemas se conectam diretamente a sites de prefeituras de várias cidades, permitindo o envio de notas fiscais por dentro do próprio ERP. O mesmo acontece com a emissão de boletos, que é feita de forma integrada e automática com os sistemas dos bancos.

E você quer saber mais sobre gestão financeira? Deixe seu comentário!